quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Look de Grávida - 26 Semanas

Essas semanas de dezembro estão voando não é? Já entrei na 27º semana e estou super ansiosa com o último trimestre da gestação. As roupas ainda são as mesmas, mas a barriguinha cada vez mais saltando aos olhos, amo!
Segunda saí para um almoço de confraternização no trabalho por isso escolhi um vestido com um cintinho de oncinha marcando a cintura (o que resta dela! rs). Terça uma camisa social com elastano que quase não cabe mais, os botões se abriram algumas vezes, tá na hora de guardá-la pra depois que Bê nascer! kkk Quarta foi o amigo secreto das minhas amigas de trabalho, caprichei no vestido florido que fez o maior sucesso, a barriga super destacou e passei o dia num conforto só! Delícia!



Quinta almocei com o meu chefe e a minha equipe, saí assim mais leve mas dentro do escritório vesti um blazer preto pra ficar mais quentinha! Sexta não sei o que houve mas esqueci de tirar foto! Pelo menos registrei o que usei pra jantar a noite com o marido, ele adora que eu destaque o barrigão, daí coloquei um top preto com um maxi colar e uma saia de tecido mais folgadinha pra ficar confortável. Domingo trabalhei e optei pela minha camisa linda I Love My baby com legging e sapatilha preta, adoro preto, não tem jeito!




Na véspera de Natal para a ceia, caprichei no look, usei uma bandage amarela, com uma blusa canelada de seda, super linda e confortável, maxi colar que dispensa qualquer outro acessório e um saltinho pela ocasião não é? rs Meu marido me fez ganhar a noite dizendo que eu estava deslumbrante! Muito amor por esse lindo!
No almoço de Natal como é de costume, fomos pra casa de meus sogros, mais bandage colorida e uma camiseta básica branca, estava louca pra usar esse maxi colar rosa que comprei por uma pechincha na loja Santa Oportunidade. Lindo demais!




Overdose de looks não é? kkk


Uma ótima semana para nós!!


Nathalie

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Organizando uma festinha em 5 passos!

Esse ano fui pega de surpresa quanto a programação de reveillon  queria algo mais leve e não compramos nenhuma festa, não programamos nada. Pensei em ir na praia e só, daí quatro casais de amigos também estavam com a mesma idéia e resolvemos fazer uma festinha aqui em casa, que é perto da praia, meia noite vamos lá, pulamos as ondinhas e voltamos pra nossa farra íntima sem agonia ou empurra empurra.
Com isso veio a preocupação, como organizar uma festa, mesmo com pouca gente que seja bacana e não falte nada? Vamos lá nos cinco passos importantes para uma reunião divertida e sem stress:


1) Estipular o orçamento e a quantidade de convidados:

É necessário que se estipule quanto se pode gastar pra fazer a reunião, esse é o ponto de partida para convidar e programar o evento. Definir se a anfitriã irá arcar com todas as despesas ou cada um convidado dará uma contribuição? Após o valor definido, fazer a listinha com os convidados e convidá-los via convite formal, e-mail, rede social. Como o padrão da sua festa e orçamento permitirem...


2)Definir o local e material suporte necessário:

Defina onde será a sua reunião. Lembre-se de adequá-lo a quantidade de convidados, afinal é muito desconfortável convidar um monte de gente pra um mini ap, da mesma forma que um mezanino gigante com quatro casais deixaria a festa com a maior pinta de desanimada. Além do espaço físico é necessário entender e providenciar cadeiras, puffs, mesas, freezer ou caixa térmica e muito gelo para acomodar a todos e manter a bebida gelada. Cerveja quente é o maior estraga festa que existe!
Se preocupe também  com o lavabo. A quantidade de papel higiênico, toalhinhas, sabonete devem ser providenciadas antes da festa. Esse ítem tem de que estar ok para o conforto de todos!


3) Calcular a quantidade de comida/bebida necessários:

Comida
-Se a festa tiver mini sanduíches ou salgadinhos = 15 unidades por pessoa;
-Se for um churrasco de duração média = 300 gramas de carne por pessoa. Se for durar o dia inteiro, aumente para 400 gramas por pessoa. Não esqueça dos acompanhamentos, que ajudam a balancear a necessidade de carne: arroz, saladas, pães, etc…
-Se for com mesa de frios e queijos = de 180 à 220 gramas de comida por pessoa, mais 3 pães de acompanhamento.
Bebida
-Espumante ou vinho = 1 garrafa para cada 4 convidados;
-Cerveja = 1 latinha e meia por pessoa (Se a cerveja for a única bebida da festa, aumente para 3 latinhas por pessoa);
-Vodka para drinks = 1 garrafa para cada 10 pessoas;
-Bebidas não alcoólicas (água, refrigerantes, sucos) = 400 ml por pessoa

4) Decorar o ambiente:
Pra fazer uma festa bacana dá pra ornamentar sem gastar muito. Corra pra essas casas de festas como Le Biscuit e Bazar do Valter (ambas em Salvador) e deixe a criatividade fluir... Boas opções são balões de soprar colados no teto com fita crepe e fitilhos enrolados caindo. Velas acesas e espalhadas pela casa fica lindo (cuidado com crianças); Como arranjo de mesa vale usar garrafas de vinho usadas com flores; Bonito e prático também é uma mesa com bastante frutas e frios arrumados em bandejas.

5) Relaxar e aproveitar a festa:
Agora que seus convidados estão chegando, a festa já está pronta e organizada, dê aquela caprichada no visual, coloca uma maquiagem bem marcante, receba seus convidados com o melhor sorriso e aproveite! Nada de stress e tensão para que tudo não saia da linha. Deixe seus amigos a vontade e peça para que eles se sintam livres para ajudar e curta muito!!!

Feliz festinhas de reveillon para todos!!

Nathalie

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

A força das criações do nosso pensamento...

Com a correria que está a minha vida por conta de todos os eventos de fim de ano; Muito trabalho, confraternizações, afazeres domésticos, novidades, planos etc., meus hormônios deram uma pirada! Fiquei chata (muito), reclamona, indisposta e isso refletiu em tudo. Parecia uma TPM forte e odeio ficar assim. Fico lenta, intolerante, improdutiva, triste...um saco! 
Felizmente comigo não dá tempo de mal estar se instalar e busco logo correndo uma solução pra resolver o problema. 
Hoje quero falar aqui sobre o poder da força do pensamento, algo que me salva muitas vezes, tem quem acredite e quem não. Quero mesmo é registar minhas experiências e pesquisas e associar momentos bons e ruins vividos com criações da minha própria mente e tudo que atraio através do sinto e acredito.



Toda realidade que vivemos é criada a partir da forma que a compreendemos. Sobre cada coisa, pessoa ou situação que interagimos desenvolvemos idéias e conceitos que ganham vida, peso e forma no campo sutil, claro, uma vida, um peso e uma forma mais sutis. Quanto mais pensamentos e sentimentos temos em relação a determinada coisa mais vida lhe atribuímos, o ponto de partida dessa criação é o despertar da nossa atenção.
Quando focamos em qualquer coisa, e essa coisa não precisa ser um objetivo específico, pode ser uma emoção, uma pessoa, uma situação ou mesmo um pensamento, é como se potencializássemos o foco de nossa atenção. Nossa atenção dá vida às coisas. É fácil entender isso se você compreender que somos seres vibracionais e estamos a todo momento criando uma interação energética com todo universo à nossa volta. Isso é tão, tão simples e tão, tão poderoso...
Tudo que se dá em nossa vida vêm dessa interação, do que você e eu estamos o tempo todo irradiando, vibrando e ressoando. Esse universo de energia que é bem vivo e bem material, está por trás de todo esse poder da atenção.
Quando colocamos atenção em determinada coisa reforçamos a “verdade” daquela coisa. Se você potencializa uma emoção negativa sobre alguém, ou até mesmo sobre si, aquele sentimento tende a se tornar real e ganhar raízes cada vez mais complexas, e isso tudo criado pela sua mente!

Se você conseguiu entender bem esse princípio, agora fica fácil compreender porquê temos alguns processos repetitivos em nossa vida. Se eu penso, acredito e sinto que não sou boa o suficiente, coloco a atenção na minha incapacidade, crio um campo vibracional coerente com esse estado de ser e trago para mim experiências que reforcem essa realidade interior. E ainda dizem que não somos donos do próprio caminho! 
É muito sutil, não? Eu acho instigante e maravilhoso nossa forma de interação no universo. O chato é que estamos tão acostumados ao automático que não percebemos essas pequenas nuances da vida sutil.

Agora tudo isso na minha realidade... Da semana passada pra cá estava assumindo muitas funções, tarefas e tentando ser muito boa em todas elas, com o cansaço pulsando e a necessidade de parar, comecei a duvidar da minha capacidade de fazer uma boa gestão de tudo, é o cúmulo da auto cobrança!! Com isso assumi o título temporário de incapaz e a preguiça foi tomando conta (como criei), deixei de fazer coisas importantes, e fui me cobrando ainda mais por não estar fazendo, daí vou ficando chata e o ciclo tá formado! Sentindo isso por uns quatro dias seguidos parei, refleti, vi que eu estava criando todo aquele processo e entendi que só eu poderia mudar o curso das coisas. 
Acordei cedo, meditei forte e passei a acreditar totalmente que sou capaz de gerir o que preciso sem exageros. Repeti em voz alta que o dia vai ser intenso, produtivo, feliz, que vou me organizar hoje, que voltarei ai meu centro de equilíbrio agora e as coisas de fato se encaminharam. Acho que é tal força de vontade, só que um pouco mais consciente do seu poder... 
Esse é o ponto de partida das coisas, se você tem consciência que é você quem cria tudo que se materializa ao seu redor, você toma as rédeas da sua vida, e isso não é O Segredo (livro), é a mais simples realidade.


Você já parou pra refletir o que está criando pra si?


Links interessantes sobre o tema:






Nathalie

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Gravidez x Produtividade

Desde de que descobri  a gravidez tento manter a performance em alta no trabalho, mas confesso que tive  altos e baixos. Tive alguns dias de muita preguiça e falta de concentração, adiei coisas importantes e transferi responsabilidades minhas, isso me incomodou, e MUITO. Valeu pra mim uma boa reflexão sobre o comportamento das futuras mamães no ambiente de trabalho.

Alguns fatores interferem na produtividade da mulher grávida. São os hormônios em ebulição, o cansaço físico e sono constante, os planos e confusões que vem junto com uma barriguinha pesada pra carregar, a "estabilidade" legal temporária que acaba dando a sensação que podemos nos permitir desacelerar um pouco...
Tem que ter jogo de cintura pra não confundir as coisas e perder o foco. E isso tudo pra mim não tem só o objetivo de me manter no meu emprego e sim me manter ativa e produtiva no mercado. Não perder a credibilidade e um nome construído com muita luta e afinco. Apesar de me sentir realizada cuidando de minha família, sinto que preciso do meu trabalho não só pela remuneração mas por sentir a necessidade de produzir algo com tudo que estudei e vivi.

No meu emprego tenho dado muita sorte, meu chefe apesar de muito acelerado e focado em alto desempenho, me deu uma certa liberdade e uma grande força durante a gravidez. Uma menor cobrança, menos pressão, flexibilidade de horários... Ele sabe o quanto tenho tentado manter o  ritmo e vive me aconselhando, calma, o momento que você está vivendo é espirituoso demais, não se cobre tanto! (um querido!), mas essa conquista tenho certeza que veio por eu ter tomado alguns cuidados na condução da minha nova rotina de grávida. 

Esses cuidados que penso importantes, queria dividir por aqui, pedir opiniões, entender o que vocês tem feito e como conduzem a rotina emprego x produtividade x família.


-Seja sincera, entenda seu momento:
Conte no trabalho sobre a gravidez assim que puder. Contei sobre a minha com 12 semanas, antes disso me sentiria insegura por ainda haver risco de aborto ou algum problema...Tive uma conversa sincera com meu gestor e o mantive informado sobre meus planos sobre a minha função e o meu futuro. Me dispus a entender o que ele esperava e deixei claro que não pretendia desacelerar até que meu corpo e ou limitações físicas pedissem isso.

-Se cuide, você vai precisar:
Para se manter disposta, é necessário cuidar ainda mais da saúde do seu corpo. Pratique uma atividade física regular (com orientação do seu médico), coma bem e beba bastante líquido. Vejo uma relação direta entre produtividade e bem estar. Sem praticar a minha atividade física fico muito preguiçosa e muito sonolenta e toda vez que como bobagem piora ainda mais, aumenta azia, o mal estar e fico muito menos concentrada. Me alongo, me levanto da minha mesa a cada uma hora pra ativar a circulação, faço minha caminhada e como muito bem, de três em três horas. Minha bolsa vive cheia de lanches leves e uma garrafa de 750ml não sai da minha mesa.

-Gravidez não é doença, não dramatize:
Apesar de ser um momento lindo, mágico e muito especial não te limita (exceto casos de gravidez de risco). Não seja chata e exija muita atenção e cuidado das pessoas, isso é frescura. Haja com naturalidade e peça ajuda se precisar. Entendo que se estou fisicamente bem, não há necessidade de muitas regalias e alterações de rotina. Isso deixa a rotina mais tranquila e produtiva para todos a sua volta... 

-Se organize:
Não tem jeito, na gravidez a maioria de nós ficamos esquecidas e um pouco desconcentradas. Para minimizar esse problema, se organize nas suas rotinas. Tenho listas em todo canto. No celular para as pendências pessoais, na minha mesa com as prioridades de executar e na minha caixa de e-mails marco todos que ainda não li ou que preciso dar andamento. Isso deveria ser uma ação de antes de estar grávida, mas confesso que era muito menos cuidadosa quanto a isso. Vou para reuniões com caneta e papel na mão sempre, anoto tudo que é importante, sempre.



Aqui, seguem nossos direitos, assegurados por lei durante a gestação:
Fonte: (http://www.e-familynet.com)

DIREITOS NO TRABALHO (Garantidos pelas leis trabalhistas - CLT) 

• Sempre que você for às consultas de pré-natal ou fizer algum exame necessário ao acompanhamento de sua gravidez, solicite ao serviço de saúde uma DECLARAÇÃO DE COMPARECIMENTO. Apresentando esta declaração à sua chefia você terá sua falta justificada no trabalho.

• Você tem o direito de mudar de função ou setor no seu trabalho, caso o mesmo possa provocar problemas para a sua saúde ou a do bebê. Para isso, apresente à gerência um atestado médico comprovando que você precisa mudar de função.

• Enquanto estiver grávida, e até cinco meses após o parto, você tem estabilidade no emprego e não pode ser demitida, a não ser por "justa causa", isto é, nos casos previstos pela legislação trabalhista (se cometer algum crime, como roubo ou homicídio, por exemplo).

• Você tem direito a uma licença-maternidade de 120 dias - recebendo salário integral e benefícios legais - a partir do oitavo mês de gestação.

• Até o bebê completar seis meses, você tem direito de ser dispensada do seu trabalho todos os dias, por dois períodos de trinta minutos, para amamentar.

• O seu companheiro tem direito a uma licença-paternidade de cinco dias, logo após o nascimento do bebê.


Todas as opiniões desse post são totalmente pessoais e vêm funcionando comigo, consegui estar num patamar em que as coisas não mudaram muito. Agora na reta final é necessário mais foco ainda, pois quero deixar todas as minhas rotinas organizadas para que qualquer pessoa que esteja no meu lugar na minha licença assuma sem impacto ou dificuldades. E que ao voltar, tenha a menor dificuldade possível da readaptação.

E vocês, o que acham? Dividam sobre o que pensam sobre esse momento!


Nathalie

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Look de Grávida - 25 Semanas

Semana de aniversário, correria e falta de tempo pra pensar em roupa! rs
Segunda-feira legging (pra variar kkk), camisão de seda e sapatilhas; Terça, dia de folga e de aniversário, camiseta de seda e saia preta; Quarta, camisa de seda, a compridinha atrás que é a mágica do quadril menor e saia bandage (estou viciada).



Quinta usei uma camisa azul bic que minha equipe me presenteou no trabalho, as costas dela é toda de renda, a coisa mais linda!; Sexta de preto, camisão e bandage; Sábado camiseta de malha mais comprida no bumbum e saia longa de estampa azul, adoro!



Sábado a noite fui a um chá de bebê e usei minha última aquisição de grávida que estou inlove! A estampa I love my baby fez o maior sucesso e todas  as amigas amaram! Aproveito pra indicar o site que vende ela e outras roupas bem lindas para gravidinhas, vale o clique! Menina & Meninas

Olha que fofura:



Nathalie

domingo, 16 de dezembro de 2012

Mexidas Noturnas do Bê

O momento do dia em que mais sinto Bernardo mexer é a noite! Após estar relaxada, alimentada e deitadinha pra dormir. Ontem foi engraçado demais, estava com o controle remoto da tv na barriga e de repente o controle começou a se movimentar, tomei um susto e chamei meu marido pra observar as mexidas na barriga. Começou a dar pra ver a olho nú os movimentos dele, me emocionei e o coração foi parar na boca quando eu vi minha barriga fazendo pequenas ondinhas... kkk

Hoje minha cunhada, madrinha de Bernardo passou o dia conosco  e não tirava a mão da minha barriga tentando sentir o dindinho mexer e ele só de pirraça nadinha de dar o ar da graça! Fiquei até um pouco preocupada, será que meu filhote vai trocar o dia pela noite quando nascer? Fui pesquisar na internet o motivo de eu sentí-lo com mais intensidade à noite e cheguei a algumas matérias bem interessantes:

Vila Mulher (Site Terra):

Os movimentos do bebê se dão desde os primeiros meses de vida, mas a mãe só começa a percebê-los a partir do quinto mês, em média. Quando é o primeiro filho, geralmente essa percepção ocorre um pouco mais tarde, enquanto mulheres com vários filhos já podem começar a perceber a movimentação a partir do quarto mês.

Geralmente o feto se aquieta quando a mãe fica muito tempo sem se alimentar ou está muito atarefada. "Além disso, o bebê não sabe se é dia ou noite e é muito comum ele se movimentar mais à noite, quando a mãe chega em casa, se alimenta e vai repousar", diz Dra. Denise.

Ela completa: "A movimentação também pode ter relação com o bem-estar da mãe. As mais ativas, saudáveis, com alimentação balanceada, que não usam medicamentos, álcool ou drogas e, principalmente, que estimulam os bebês conversando com eles, demonstrando carinho, vão gerar bebês saudáveis, felizes e que vão se movimentar mais ativamente."

Sintomas da Gravidez.Com:

Os movimentos fetais começam a ser percebidos entre 18 e 20 semanas. A medida que o feto vai crescendo, seus movimentos vão ficando mais intensos e demorados, podendo inclusive, ser estimulados com sons externos como buzina de bicicleta usada como teste de bem estar fetal.

Quanto mais o feto mexe, mais tranqüila a mãe deve estar, pois os movimentos estão ligados diretamente a boa vitalidade fetal. O feto não dorme junto com a mãe. Seu ritmo é diferente, e a cada 60 a 80 minutos de atividade, o feto dorme em média 20 minutos.

No final da gestação (após o 7° mês), a paciente deve acostumar-se a deitar sempre do lado esquerdo. Esta posição melhora a circulação renal da mãe, liberando mais toxinas maternas e fetais, e melhora a circulação placentária com melhora da oxigenação do feto. 



Baby Center:

Quantos chutes devo sentir por dia?
Não existe um número exato de chutes por dia para se ter certeza de que tudo vai bem, e mesmo que você resolvesse marcar para contar para o médico, os resultados não seriam precisos e poderiam causar preocupação sem necessidade. 

O melhor a fazer é observar o padrão de movimentos do seu filho durante as horas ativas do dia. À medida que sua gestação progride, fica mais fácil entender o ritmo do bebê. Cada criança tem um padrão diferente de sono e atividade, mas você acaba percebendo o que é típico da sua. 

Caso note alguma mudança nesse padrão, converse com seu médico o mais rápido possível. 

De 20 a 24 semanas

A atividade do bebê vai aumentando gradualmente. A partir de agora, o bebê terá um período mais agitado durante o dia, com muitos chutes e cambalhotas. 

De 24 a 28 semanas

Pode ser que você note agora os soluços, que vão explicar os pulinhos que você vai sentir de vez em quando. O saco amniótico contém até 750 ml de líquido nessa fase, o que permite ao bebê se movimentar bastante. Ele consegue ouvir, por isso você pode perceber que ele reage a barulhos altos. 

29 semanas

Seu bebê vai começar a fazer movimentos mais definidos e menos bruscos, já que está mais contido pelas paredes da sua barriga. 

32 semanas

O nível de atividade chega ao auge. Depois desta semana, você vai notar uma diminuição de movimentos, algo bastante normal devido ao menor espaço dentro do útero para ele se mexer. 

Já vi que não preciso me preocupar com os hábitos noturnos do Bê, afinal, provavelmente estou tão entretida com a rotina corrida que nem percebo! Tem coisa mais gostosa do que sentí-los pintando muito dentro da nossa barriga? Não mesmo!!

Nathalie

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Meu feliz aniversário!

Terça-feira comemorei meu 27º aniversário e sem sombra de dúvidas foi o mais especial de todos, com o melhor presente que possa existir dentro de mim!
Ganhei folga no trabalho e fiz um dia de mulherzinha, afinal, todas as amigas mães estão me aconselhando a aproveitar agora, pois quando o Bernardo nascer não terei sossego tão cedo! rs

Acordei tarde, tomei café com calma, me arrumei, fui ao salão, fiz massagem, depilação, comi leve, comprei roupa nova e sapato no shopping e passei o fim da tarde de namoro com o marido! Dia muito gostoso!
Dan me presenteou com uma linda medalhinha com um pingente de garotinho, representando nosso pequeno, adorei! A noite fui jantar com uma turma de amigos em um Sport Bar muito bom perto de casa,  muitas risadas e paparicos, fechei a data com chave de ouro!

Esse ano não quero pedir nada além de saúde e paz pro pequeno Bê, estou em estado de graça, muito feliz e realizada! A felicidade salta aos olhos e me sinto mais completa e tranquila do que nunca. Agradeço a Deus por tudo, pelo trabalho, família, pela minha saúde, pelo meu marido, pelo desenvolvimento perfeito do Bê, enfim, grata pela vida!

Fotos de um dia feliz...
Pronta e com um barrigãããão!


Meu lindo!




Nathalie

domingo, 9 de dezembro de 2012

Look de Grávida - 24 Semanas

Essa semana foi excesso de legging e preto, como me sinto bem! 
Ainda não comprei nada de grávida e estou me virando super bem com as roupas antigas mesmo. Segunda escolhi uma blusa social, top preto e legging, saí do trabalho e fui pra um aniversário e me senti arrumadinha pro after. Terça legging (again), blusa de seda, blaser e meu tênis de florzinha que eu amo! Quarta a velha pantalona, top preto e um blaser pra ficar mais quentinha...




Na quinta um vestidinho preto bem folgadinho e mega confortável e sapatilhas, sexta saia bandage e camisa de oncinha. Sábado foi dia de andança pra comprar enxoval, usei minha legging azul marinho e camisão de algodão bem fresquinho, bom demais pra bater perna!




Sábado houve a confraternização das mulheres da minha empresa, festa maravilhosa! Não tirei fotos do look completo pois não me arrumei em casa. A noite foi ótima, dancei e curti tanto que nem parecia que estava grávida rs! Seguem algumas fotos do  evento:

Muitos coquetéis de frutas, sem álcool! Estreei meu maxi colar lindo que comprei pras festas de fim de ano!



Foto que dá pra ver o look inteiro, saia preta e branca de algodão, camiseta preta de seda e sandália dourada de salto médio!



E minhas colegas queridas. Grande time de lindas!




Sorry pela qualidades das fotos, é uma luta carregar máquina pros lugares! Acabo sempre desistindo!

Beijos e uma semana abençoada e muito produtiva para todas nós!


Nathalie

sábado, 8 de dezembro de 2012

Pontapé inicial enxoval...

Estava bem preocupada com a demora de comprar o enxoval de Bernardo, mas meu marido com seu planejamento extremo me convenceu que era melhor comprar agora e tudo junto. 
Hoje passamos o dia comparando preços e vendo modelos de móveis para o quarto, rodamos a cidade inteira, sem exageros. Pesquisei muita coisa pela internet e tinha uma idéia sobre preços, mas não tinha com relação a acabamento, então optamos por comprar numa loja de bebê bem conceituada aqui em Salvador, a Oito Baby pois os móveis são bem bons e de preço justo.
Hoje o foco foi comprar o berço, cômoda e roupeiro, minhas maiores preocupações por conta do prazo de entrega, mas lá eles me entregam pronto e montado em 15 dias (muito bom). Amei demais o berço, e encantei com um conjunto de roupeiro e cômoda, mas o roupeiro não tem estoque, e por enquanto também não tem para encomendar, mesmo assim escolhemos a cômoda, que é linda demais e de ótimo acabamento. Como é tudo branco sem muitos detalhes, caso a loja não receba o roupeiro a tempo pra eu comprar, compramos um outro branco, neutro, e de portas de correr e também sem detalhes, afinal gosto mesmo de móveis brancos e brincar com as cores na decoração. 
Ganhamos também do meu irmão e cunhada o berço móvel pra pôr no nosso quarto, colchão, kit berço, muitas roupinhas e duas mantas lindas! Sei que falta um moooonte de coisa ainda, mas o pontapé inicial foi dado e meu foco é finalizar tudo até o fim de janeiro!

Fomos em algumas lojas procurar papel de parede e não achei como eu queria, acho que vou encomendar pela internet ou comprar na ETNA. Estou ansiosa pra colocar a mão na massa. Já tenho o quarto todo montado na minha cabeça e quero executá-lo a quatro mãos, minhas e do marido.
Estou aqui atualizando minha planilha com o que tenho, o que falta e planejando o chá de bebê, que faremos 12/01. Vou contratar e identidade visual da festa e as lembrancinhas personalizadas correndo pois já tô em cima da hora! 
É uma correria danada mas é delicioso imaginar que falta pouco pra tê-lo aqui, dentro de casa, com a gente, ocupando seu quartinho, com seu chorinho ecoando, e aquele cheirinho gostoso em nós! Muito amor!!

Tirei fotos das peças que escolhemos, no mostruário da loja:


Encantada, já imaginando tudo montadinho...

Hoje todo meu encantamento vai pro Dan, meu marido lindo! Super dedicado a cada detalhe e curtindo cada pesquisa, descoberta, olhando catálogos, interagindo com os funcionários das lojas, feliz, carinhoso, atento a mim o tempo inteiro. Por essas e outras que me reapaixono a cada dia!
Passeando por uma loja de departamentos do shopping (lotado) um garotinho de uns 5 anos estava correndo e brincando sozinho sem ninguém por perto, Dan saiu catando a mãe dele super preocupado em que ele se perdesse ou que fizessem algum mal. Só relaxou quando a encontrou e o entregou ficando ainda chateado pela bronca que o pequeno levou por ter sumido! "Ela que deveria estar mais atenta!". Imagina quando for o Bernado?
Preto amo muito você, e te ver pai, tão lindo e especial me faz sentir a mais sortuda das mulheres! Nosso pequeno será muito feliz, tenho certeza!!


Nathalie

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Peso x Saúde x Gestação

Como já disse aqui, algo que muito me preocupou no início da gravidez foi o meu peso. Como minha gestação não foi planejada, eu estava numa fase de muita correria de trabalho, ritmo acelerado, comendo muito mal e praticando zero de exercício físico. Saldo negativo de IMC de 28,8, ou seja, sobrepeso além de 10kg acima do meu peso ideal. 
Senti um certo pânico, eu imaginava, que se não regulasse a alimentação e organizasse o meu metabolismo  a meu favor corria sério risco de ter uma gravidez com obesidade, pressão desregulada, riscos de diabetes gestacional além de tornar muito mais difícil a volta a forma após o parto.

Com essas dúvidas conversei muito com meu GO pra entender tudo que eu podia fazer pra evitar ao máximo o ganho de peso, mantendo eu e o meu filho saudáveis até o fim da gravidez.
Primeiro ele me explicou que é inevitável, não dá para não engordar estando grávida, mas o ganho de peso ideal vai do IMC que a mulher tinha mulher ao engravidar, quanto maior o peso, menos se deve engordar nos nove meses. Vice e versa, se você engravidou muito magra, o ideal é ganhe mais peso para suprir as necessidades do seu corpo, que precisa de uma maior fonte de energia pra que o bebê cresça saudável.

Primeiro é necessário entender e calcular o seu IMC:

Como calcular seu IMC (Baby Center)

É importante saber seu IMC de antes da gravidez porque, quanto maior o IMC inicial,menos a mulher deve engordar na gestação. O IMC deve ser calculado em relação ao peso e à altura de antes da gravidez. O cálculo do índice de massa corporal é feito da seguinte forma (se não quiser quebrar a cabeça com contas, use nossa calculadora do IMC): 1. Multiplique sua altura em metros por ela mesma (1,60 ao quadrado, por exemplo, que dá 2,56). 2. Divida seu peso em quilos por esse número. Se você pesa 60 kg, o IMC será 60 dividido por 2,56 = 23,43. O IMC é classificado da seguinte forma: IMC de menos de 18,5 - Abaixo do peso IMC de 18,5 a 25 - Ideal IMC de 25 a 30 - Acima do peso (sobrepeso) IMC de 30 a 40 - Obesidade IMC acima de 40 - Obesidade severa

Com esse número na mão, entenda qual o ganho ideal para sua faixa:

O IMC pré-gravidez determina o quanto você deve engordar (Baby Center)
A recomendação de especialistas é que as mulheres calculem o ganho de peso ideal com base no IMC de antes da gravidez. Quanto mais acima do peso a mulher estiver antes de engravidar, menos ela deve engordar na gestação.
  • IMC inicial de menos de 18,5 -- ganho de peso ideal: 13 kg a 18 kg.
  • IMC inicial de 18,5 a 25 -- ganho de peso ideal: 11 kg a 16 kg.
  • IMC inicial de 25 a 30 – ganho de peso ideal: de 7 kg a 11 kg.
  • IMC inicial acima de 30 – ganho de peso ideal: de 5 kg a 9 kg.
Obs.: Para mulheres de menos de 20 anos, o recomendado é engordar o maior número de quilos dentro da faixa de peso ideal para seu IMC.

Pra aonde vai o peso que ganhamos:


Eu engravidei com 28,8 de IMC (sobrepeso), e devo engordar de 7 a 11kg no máximo. Fiz minha meta, engordarei até 7kg e ponto final! rs Não quero passar uma gravidez com paranóias com relação a peso, mas quero ter a consciência tranquila que estou fazendo o melhor pra minha saúde e a do meu filho. Para você, que tinha uma bela alimentação como a minha (NOT!), o primeiro passo é ter muita força de vontade, procurar um nutricionista e conversar com seu GO sobre a prática de atividades físicas. Com uma dieta balanceada em mãos e o ok do seu médico, o único caminho é se aplicar na busca de uma vida saudável e plena! Sua vida e seu bebê agradecem.
Estou com 25 semanas, chegando no sexto mês e muito feliz com os resultados obtidos, estou 2kg mais magra do que quando engravidei. Não fiz regime em nenhum momento, apenas fui radical com relação ao consumo de frituras, açúcar,  gorduras e refrigerantes. Troquei as porcarias por frutas, vegetais e integrais. Como de 3 em 3 horas (levo várias marmitinhas com os lanches em uma sacola térmica pra todo canto). Sou fiel a minha caminhada, pilates e drenagem linfática. Em alguns momentos me permito sim, a uma fatia de torta, de pizza, com muito bom senso e fazendo compensações.
Nunca levei essa missão tão a sério, tenho certeza que após o nascimento de Bernardo não vou perder o foco, pois o bem estar que um bom estilo de vida trazem é melhor do que qualquer guloseima desmedida!


Dicas do Baby Center para controlar o peso sem exageros:

O que fazer para tentar controlar o peso (Baby Center)

Não precisa se estressar com a alimentação. Seja razoável e fique com a consciência tranquila. Uma mulher grávida precisa de cerca de 2.000 calorias por dia, reforçando com 200 calorias extras no último trimestre. Uma alimentação sensata é a que tem cinco porções de frutas, verduras e legumes por dia, e alimentos de todos os grupos:
  • Capriche nas proteínas: carne, peixe, ovos e grãos.
  • Você vai precisar consumir cálcio, presente principalmente nos derivados de leite.
  • Um pouco de gordura também é necessário. Prefira as gorduras não-saturadas, como as presentes nas castanhas (amêndoas, castanha de caju) e no azeite. Os derivados de leite e as carnes também fornecem a gordura de que você e o bebê vão precisar.
  • Coma também carboidratos, como pão, macarrão, arroz, feijão e cereais em geral. Produtos integrais são melhores que os feitos com farinha branca. Além de mais saudáveis, os produtos integrais prolongam a sensação de saciedade.
Não há problema em comer um chocolate de vez em quando, mas não se esqueça de que quase tudo o que você engordar na gravidez vai continuar no seu corpo por um tempo depois que o bebê nascer. Emagrecer logo depois do parto não é lá muito fácil. Em resumo:

Mãos à obra gravidinhas. Quando estamos saudáveis tudo melhora. A resistência, a pele, o corpo, o humor, auto estima, vida sexual, produtividade! Meu sonho é chegar aos nove meses andando normal, sem inchaços e limitações, afinal, é possível!!

Beijos,

Nathalie

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Para os papais...

Nesse momento tão especial da vida que é a gestação de um bebê, é indiscutível a relevância da presença  e participação paterna. Apesar de muitas mães conseguirem desempenhar os dois papéis sozinha com muito louvor, provendo seu rebento de muito amor, carinho e segurança, a figura do pai (participativo) solidifica e torna mais calma e tranquila o desenvolvimento daquele ser que está por vir...

A gravidez é algo tão único e voltado para a mulher, afinal aquela vida está crescendo dentro dela, que as vezes o homem não sabe ou não se aprofunda de que maneira pode contribuir e realizar para que aquele caminho seja mais leve e sublime para sua companheira e filho...

Beixei um aplicativo no celular (App: Aleitamento) que tem ótimos textos e dicas, entre eles um me chamou muito atenção. Como os pais podem interagir e se sentir perante o desenvolvimento do seu bebê no ventre da sua esposa?
Li ao lado do meu marido e senti que o tocou e o estimulou mais ainda, então decidi dividí-lo aqui.


10 Dicas para os papais nota 10!


1. Participe da escolha da equipe de saúde.
 Afinal, eles é que vão cuidar de sua mulher e de seu filho neste momento tão importante. Não fuja dizendo: "confio na escolha dela". Eles vão, inclusive, determinar se você vai participar do parto e como.

2. Acompanhe sua mulher em todas as consultas e exames. 
Não perca a oportunidade de ouvir o coração de seu filho ou de vê-lo na ultrassonografia mesmo que sua sogra insista e que sua mulher ache que "não precisa".

3. Matricule-se num curso de preparação para casais grávidos.
 Você vai encontrar outros homens com as mesmas preocupações e vai poder esclarecer um monte de dúvidas além de se preparar para participar ativamente do parto.

4. Desenvolva sua vida sexual.
 É comum que ocorra uma diminuição do seu apetite sexual sexual ou dela. Não se afaste, procure a orientação de uma monitora perinatal, de uma psicóloga ou do médico e conserve a respeito. Mesmo que não haja relação sexual, pode haver momentos de extrema sensualidade muito satisfatórios e enriquecedores, propiciando novas descobertas.

5. Tenha muita paciência. 
Com o aumento da sensibilidade dela, você terá que enfrentar seus acessos de choro sem causa e sua grande necessidade de proteção, além de dar-lhe milhares de demonstrações de carinho e declarações de amor.

6. Faça contato com seu filho.
 Mesmo que trabalhe muito e chegue em casa cansado, encontre um tempo para entrar em contato com o bebê, dentro da barriga, sem medo de ser ridículo. Ele ouve e reconhece sua voz a partir do 5o. mês de gravidez. Você pode desenvolver uma comunicação intensa e extremamente gratificante com ele.

7. Informe-se.
 Procure ler livros e revistas que ela lê para poderem comentar juntos. Não tenha vergonha de chegar no escritório com revista de bebê. Seus colegas talvez riam, mas, no fundo, sentirão admiração e até inveja.

8. De palpites no enxoval.
 Não se limite a pagar, participe da escolha do berço, do carrinho, do enxoval. Faça destas compras passeios agradáveis por terras até então desconhecidas por você, intercalando um lanche ou uma refeição e, até, um cinema.

9. Cuide de sua alimentação. 
Mostre-se interessado na sua alimentação, mas sem imposição, cobrança ou qualquer tipo de radicalismo. Deixe que coma o que tem vontade, ajudando-a, somente a conter os excessos.

10. Faça a mala.
 Prepare sua bagagem com um mês de antecedência e coloque nela tudo que precisar para poder permanecer, com ela, na maternidade, o tempo que ela ficar.


Beijos,

Nathalie

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Lavando pincéis de maquiagem.

Eu adoro maquiagem, uso o básico todo dia! Sabemos que de tempos em tempos temos que lavar nossos úteis pincéis aplicadores. Normalmentes eles ficam na bancada do banheiro expostos a poeira e tudo mais, e com uso constante acabam perdendo aquela suavidade na para aplicação, certo?
 
Hoje lavei os meus e confesso que já estavam durinhos e inflexíveis de tão sujos. Quero dividir aqui como os lavá-los (é simples mas tem alguns detalhes que temos que atentar).
Como normalmente eles são muito sensíveis, optei por usar um sabonete neutro suave em barra. 
Devemos esfregar suavemente o sabonete nos pincéis tomando cuidado para não abrir as cerdas. Repito o processo três vezes pra tirar todo o resíduo de maquiagem e poeira que haja neles e levo pra água corrente para enxaguar.
 
Dica importante: Ao enxaguar, tome cuidado para não molhar muito os cabos, que são de madeira e podem apodrecer caso não sequem direito, daí as cerdas se soltam e estraga o pincel pra sempre!
 
Após enxuguar tudinho sem deixar nenhum resquício de sabonete, passe-os em uma toalha felpuda pra tirar o excesso de água e ponha-os para secar perto de uma janela ventilada na posição horizontal (para evitar que a água escorra para o cabo). Costumo deixar secando a noite inteira e no dia seguinte pronto! Novinhos em folha prontos para uso!
 
Antes (Sujos e até tortinhos de tanta sujeira!)

 
 
Depois (Novinhos em folha!)


Dica muito simples mas útil pra incorporar na rotina.

Beijos,

 
Nathalie
 

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Leitura útil - Rotina com Purpurina.

Como falei a alguns posts atrás não tenho secretária fixa, só diarista, só que eu meu marido estamos repensando essa decisão para o pós nascimento de Bernardo. Confesso que me assusta um pouco (me apavora) contratar alguém pra cuidar de tudo na minha casa, dar 100% de liberdade a acessar minha intimidade e rotina, fora o medo de passar por tantas situações chatas e perigosas que a gente ouve por aí... Em contrapartida, precisarei de suporte e ajuda pra dar conta das nossas coisas, alimentação, roupas, faxina etc.
 
Não quero babá, ficarei ao todo sete meses em casa, seis meses de licença e mais um de férias, daí Bernardo estará mais fortinho para colocarmos em uma boa creche (me parte o coração mas a princípio é a melhor decisão). Quero uma pessoa que cuide da rotina da casa mesmo. No meio das minhas pesquisas sobre o assunto encontrei o livro Rotina com Purpurina, da Maria Eugenia Sahagoff e adorei!
 
O livro é quase um manual de gestão doméstica, fala desde pontos importantes a observarmos ao entrevistar candidatas, a ficha cadastral, documentação necessária e leis que regem a contratação de empregados domésticos no Brasil; O livro especifica também como ensinar as funcionárias desde o comportamental a detalhes da gestão da sua casa com uma linguagem simples e muito gostosa de ler. Elá dá dicas de como motivar, entender e levar aos nosso funcionários ao melhor desempenho possível sem complicações... Eugenia também usa exemplos pessoais engraçadíssimos que nos ensina muito sobre essas nem sempre simples relações! É uma mão na roda pra se ter na gaveta e consultar sempre que necessário!
 
 


 
 
Beijos,
 
Nathalie

domingo, 2 de dezembro de 2012

Look Grávida - 23 Semanas

Mais uma semana de looks registrados. Como achei que a qualidade das fotos não estão muito legais e não tenho como fazer diferente pois na hora que fotografo marido já saiu e não tenho quem ajudar, preferi fazer montagens mais simples com os dias de semana (dia a dia no trabalho) e mostrar em fotos maiores e com melhor qualidade as produções um pouco mais caprichadas do fim de semana...
 
Segunda e terça  foi no básico, legging e camiseta são minha combinação preferida pra comportar a barriga rs,  conforto e muita praticidade! Na segunda usei com o boyfriend blaser amarelo pra disfarçar o quadril e me deixar mais à vontade. Na terça um camisão de malha e cintinho pra marcar. Quarta vestido longo e blaser quentinho, a barriga chamou atenção nesse vestido, adoro!
 
 
 
Quinta foi dia de pantalona de malha e camiseta com ombreiras marcadas que adoro, fica muito feminina. Sexta saia bandage com camisão transparente e top branco por baixo. Sábado dia de fazer exame, tomar vacina e almoçar na rua com o marido, saia com estampa étnica e camisão de malha.
 
 
Sexta à noite houve a confraternização de fim de ano da minha empresa, dei uma caprichada maior, saia de lantejoulas, blusa de seda nude e um maxi colar lindo! Até arrisquei um saltinho mas me arrependi completamente pois acabei a noite morta! Lição aprendida!
 
 
 
Sábado a noite fui ao aniversário de dois aninhos de meu sobrinho fofo, o Enzo. Escolhi um camisão de seda laranja com decote v (emagrece) e mais curtinho na frente e cobrindo o bumbum atrás (disfarça quadril), saia de lurex bege e dourada e uma sandália super confortável. Noite delícia com a família, muito paparico e dicas pra chegada do meu Bê.

 
 
 
Dizem que beleza vem de dentro pra fora, não é uma questão estética, tenho comprovado isso todos os dias. Eu me sinto mais bonita do que nunca grávida, e fico impressionada o quanto as pessoas notam e comentam o mesmo. Tá vendo como é forte a importância do nosso pensamento e auto-estima?
 
 

Beijos,
 
 
Nathalie
 

sábado, 1 de dezembro de 2012

Dezembro, mês de balanço!

Amo o mês de dezembro! Festas de fim de ano, meu aniversário, família e amigos unidos, festas e mais festas de confraternização, muita luz e reflexão com e a celebração do nascimento de Jesus.
Dezembro pra mim é um mês de balanços. Abro minha agenda e olho cada meta que escrevi ali no dezembro anterior, marco feliz o que atingi e traço planos futuros pro que não deu...
Penso com calma em tudo que realizei, conquistei, sou muito grata e Deus por tudo!
 
 
 
 
2012 foi um ano e tanto! Recebemos a nossa casa, o trabalho foi produtivo demais, estabeleci rotinas e me adaptei a seguí-las com tranquilidade, estou muito mais consciente da relação corpo x mente e tenho buscado me aprofundar mais e mais; Fiquei grávida (o melhor presente do ano), ganhei uma sobrinha linda, a família está em paz e cheia de saúde, ou seja, só tenho a agradecer!
 
Os planos de 2013 serão tão diferentes...Na realidade mesmo meu maior pedido a Deus é o dom de proteger e amar meu filho incondicionalmente. Que eu consiga preparar nossa casa, nossos corações, nossas rotinas, sentimentos e vida para que ele chegue e cresça saudável e feliz! Que eu consiga ter tempo e equilíbrio pra cuidar da nossa família com plenitude!
 
Li que a maternidade desmonta muitas teorias e considerações que nós sempre tivemos, então que eu, com essa mania de achar que dá pra ter o controle de tudo, entenda que a vida com seus percalços e alegrias, podem superar as minhas expectativas de uma vida plena e feliz!
 
Vamos refletir no que de fato importa. Reconhecer o dom e a alegria que é viver, olha pra si e pro próximo com muito amor e compaixão. Se comprometer, se doar, sempre, sem expectativas de retorno, seja a mudança que você quer!
 
Desejo um mês e tanto que como eu quer desfrutar do melhor que a vida pode dar! 2013 será um ano incrível e só depende de nós pra que isso aconteça, pode apostar!
 
Nathalie